domingo, 5 de fevereiro de 2012

“Ação faz mobilização para lembrar os 103 anos do Dom da Paz”

Dom Hélder Câmara - "O Dom da Paz"

Pra comemorar os 103 de nascimento de Dom Hélder Câmara - o Dom da Paz, o Comitê da Ação da Cidadania Pernambuco Solidário convida a todos para ato festivo na Igreja das Fronteiras - Boa Vista, no dia 05 (domingo), logo após a missa das 11h.
"À tarde, a partir das 16h, o bloco Brinque na Paz, dos voluntários do Comitê Pernambuco Solidário, se concentrará no pátio da igreja com o bloco lírico Flabelo Encantado. De lá, os foliões desfilarão pelo Centro do Recife arrecadando donativos e levando mensagem de paz e solidariedade até a Avenida Dantas Barreto, no Centro."

 " No dia (07 fev12), uma missa em memória dele será celebrada na Igreja das Fronteiras, na Boa Vista, às 19h. Para o Instituto Dom Helder Camara (Idhec), uma das maneiras de homenagear o sacerdote é concluir o memorial que começou a ser montado nas dependências da igreja.   O problema é que faltam recursos 'cerca de R$ 100 mil' para realizar a obra.

'Temos o projeto pronto, mas não há dinheiro para terminar o memorial. É uma pena, sobretudo para as novas gerações que não conviveram com dom Helder e que desconhecem a importância dele para a história da Igreja Católica no Brasil e no mundo', ressalta a secretária-executiva do Idhec, Lúcia Moreira.

http://jconlinedigital.ne10.uol.com.br
A ideia é disponibilizar para o público, no memorial, o rico acervo de artigos, livros, fotos, meditações e prêmios do arcebispo entre outros documentos. 'Gostaríamos que empresas nos ajudassem a tornar o memorial realidade. Com o espaço pronto, poderemos realizar seminários, visitas de escolas, palestras. Ações que ajudarão a manter o Idhec', observa.
Atualmente, a casa onde dom Helder viveu até morrer, em 1999, anexa à sacristia da Igreja das Fronteiras, pode ser visitada por qualquer pessoa, das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. Lá estão os móveis exatamente como o religioso deixou: a escrivaninha onde redigia seus textos, a biblioteca particular, a cama, a salinha onde recebia amigos, a rede tão característica do Estado onde nasceu, o Ceará.
A missa de terça-feira será presidida pelo vigário episcopal frei Joaquim Ferreira, que vai representar a Arquidiocese de Olinda e Recife. Padres amigos do arcebispo emérito vão concelebrar a cerimônia. Haverá ainda apresentação do Coral Celebrai, da Sé de Olinda."



Interessados em contribuir com o memorial de dom Helder podem entrar em contato com Lúcia Moreira (9974-6133) ou Elizabeth Barbosa, diretora cultural do Idhec (9607-0890).



Nenhum comentário:

Postar um comentário