quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Os 3 últimos desejos de Alexandre. o Grande

Conta-se que quando estava à beira da morte, Alexandre, o Grande convocou os seus generais e relatou seus 3 últimos desejos:

1-) Que seu caixão fosse transportado pelas mãos dos médicos da época;

2-) Que fosse espalhado no caminho até seu túmulo os seus tesouros conquistados (prata, ouro, pedras preciosas);

3-) Que suas duas mãos fossem deixadas balançando no ar, fora do caixão: à vista de todos.

Um dos seus generais, admirado com esses desejos incomuns, perguntou a Alexandre quais as razões para tal desejo.

Alexandre explicou:

1-) Quero que os mais iminentes médicos carreguem meu caixão para mostrar que eles NÃO têm poder de cura perante a morte;

2-) Quero que o chão seja coberto pelos meus tesouros para que as pessoas possam ver que os bens materiais aqui conquistados, aqui permanecem;

3-) Quero que minhas mãos balancem ao vento para que as pessoas possam ver que de mãos vazias viemos e de mãos vazias partimos.

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Um sonho para criar o futuro

O grande Victor Hugo, célebre poeta e escritor francês do século XVII, dizia que não há "nada melhor que um sonho para criar o futuro".

Talvez, o idealizador desta belezinha aí em baixo estava baseado nesta máxima de Victor Hugo,



Leia mais sobre isso, aqui!

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Sinônimo de Paz

102 anos do nascimento deste cearense de nascimento, mas, cidadão do mundo.

Dom Hélder Câmara, "sinônimo de Paz".


Veja mais.... aqui.