segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Decálogo do Leitor - I


Nunca leia por hábito!

Um livro não é uma escova de
dentes. Leia por vício, leia por dependência química. A
literatura é a possibilidade de viver vidas múltiplas, em algumas horas. E tem até finalidades práticas: amplia a compreensão do mundo, permite a aquisição de conhecimentos objetivos, aprimora a capacidade de expressão, reduz os batimentos cardíacos, diminui a ansiedade, aumenta a libido. Mas é essencialmente lúdica, é essencialmente inútil, como devem ser as coisas que nos
dão prazer.


(Alberto Mussa - Entre Livros)

Nenhum comentário:

Postar um comentário